Viajando e me tornando uma pessoa muito melhor (ou Como Comecei a Viajar).

Viajei sem meus pais a primeira vez aos dez anos de idade. Acampei a primeira vez com essa idade também. Fiz rapel a primeira vez com 13 anos e com 14 já sabia montar diversos tipos de barraca, cozinhar minha própria comida, montar uma fogueira de modo seguro e já tinha amigos em mais de dez países.
Minha irmã mais nova, antes de completar 17 anos de idade, já havia pisado em mais países que eu e acampava tanto quanto eu.
Nós não éramos ricos, mas nossas vidas, com certeza, eram e ainda são.

dennis-and-buddies-at-boy-scout-camp

Foto: Divulgação

Vejo as crianças de hoje em dia e penso quantas delas tem a oportunidade de ter uma infância em meio a natureza como eu tive. Hoje em dia elas só querem saber de video-games, celulares e shoppings.
Que tipo de adulto essas crianças serão? Que tipo de viajantes serão, se é que algum dia se tornarão viajantes.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

bdb36cc5fbnews_ji_jim

Foto: Divulgação

É esse tipo de gente que eu quero que meus filhos sejam, cheio de fricotes, preconceitos e não-me-toques, passando o dia enfurnadas dentro de casa e não conhecendo nada além do próprio condomínio? Claro que não.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Está certo que tive uma mãozinha de meus pais que me inscreveram no escotismo e criaram em mim esse gosto pela natureza, por acampar e por conhecer culturas e pessoas novas.
O escotismo é um movimento mundial presente em mais de 190 países. É apartidário, sem fins lucrativos e voluntário. Dentro do Movimento Escoteiro aprendi fazendo e tendo vivência ao ar livre e em equipe.

Foto: Antranik Scout Camp 2011

Foto: Antranik Scout Camp 2011

Querendo ou não o Movimento criado por Lord Baden Powell a mais de 100 anos me fez assumir meu próprio crescimento, me dando gosto pela natureza, pela fraternidade e me dando exemplos vivos de altruísmo, lealdade, respeito e disciplina.

Foto: Divulgação

Conheci pessoas de diversas partes do mundo através do escotismo, tive contato com diversas culturas, religiões, costumes e crenças.
Mas o mais importante, fiz amigos para a vida toda e tomei gosto por ter sempre uma mochila nas costas.

Ficou curioso pra saber como é? Dá pra descobrir onde é o Grupo Escoteiro mais próximo aqui e fazer uma visita.

Anúncios

Sobre Vagabundo Profissional

“Muitos pensam que sou rico. Outros pensam o contrário. O que ninguém sabe é que minha riqueza é medida em histórias, em experiências e pessoas. Sim, sou rico. Porque viajei o mundo sem um único centavo no bolso. Sim, sou rico. Por causa das pessoas que conheci. Mas acima de tudo, sou rico, por que descobri o verdadeiro significado da vida.” (Fergal Smith)
Esse post foi publicado em Esportes, Experiências, Matéria. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Viajando e me tornando uma pessoa muito melhor (ou Como Comecei a Viajar).

  1. Tuas crônicas são uma viagem boa demais

  2. Adriana Dias disse:

    comecei no movimento escoteiro na mesma idade que tu, e há 5 anos desisti de ser escotista, pois é difícil de atrair os jovens plugados na tecnologia. e Escotismo é tudo isso que falaste: amigos, valores e alegria.

Comente no Vagabundo Profissional

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s