Escreva suas próprias histórias de Aventura

Todo mundo gosta de contar e ouvir boas histórias, com tons de comédia, romance, suspense, terror e aventura, no meu caso em particular sempre gostei de ouvir as de aventura, sobre pessoas que vivem em busca de algo mais, algo que as tirem do conforto de casa, que as façam passar por bons perrengues que sempre levam certo ar de suspense e terror, mas quando contadas viram ótimas comédias, que nos fazem rir, e sentir vontade de viver aquilo de novo e de novo, mesmo tendo sido experiências assustadoras na hora.

380606_408673432511749_334518197_n

Histórias de aventura sempre nos dão vontade de largar tudo e viver nossos sonhos, realizar aquela viagem a muito programada e nunca realizada, aquele desafio que nos deixa boquiabertos como pular de paraquedas, se jogar de Bungee Jumping, descer um rio super tenebroso fazendo rafting, ou mesmo uma viajem sem destino com uma mochila nas costas a fim de conhecer novas pessoas e culturas, coisas que nos fazem sentir vivos e quando contadas geram um unânime comentário dos reles mortais: – “Nossa você é louco! Não ficou com medo?!” – Ahhh essa pergunta é uma das minhas prediletas quando conto uma história, nos fazem sentir que saímos do comum e rotineiro. Medo? Claro que sentimos e é isso que nos torna apaixonados por aventuras, por essas histórias, gostamos de ouvir pessoas dizendo que superaram seus medos e seus limites, que foram além, que se surpreenderam consigo mesmo, é isso que nos motiva a querer ir mais longe, mais alto, pisar onde ninguém pisou. Uma vez li em algum lugar, ou ouvi de alguém, não sei ao certo, e pode parecer balela, como minha mãe diz, papo de porta de botequim, mas o que importa é que a seguinte frase ficou gravada na minha cabeça – “Quando estamos no nosso limite, sentindo a real possibilidade da morte é que nos sentimos mais vivos e damos valor a vida fazendo ela ter sentido e valer a pena.” – gosto de pensar assim, não que precisemos viver 24h por dia andando sobre uma linha tênue que separa a vida da morte, mas de vez em quando, é preciso, é bom nos arriscar, nos dar de presente e resgatar o sentido de nossa vida. Assim eu penso, e acredito que grande parte dos que possuem o espírito aventureiro que anseia sempre por liberdade pensa.

533107_423467564365669_1507065406_n

Não tem nada melhor que ser o protagonista de uma boa história de aventura, do seu próprio livro da vida. A todo tempo vemos pessoas que são meros coadjuvantes da própria história, que quando nos contam algo percebemos que está em segundo plano, e conseguimos sentir um nó em sua voz, uma vontade de gritar e viver tudo aquilo que sonha, mas que os empecilhos rotineiros da vida que cada vez mais aparentam serem muros intransponíveis impedem que de fato realizem. É verdade que muitas vezes ficamos ou pensamos estar de mãos atadas para ir atrás de nossos anseios aventureiros, seja pelo trabalho, pela família, pela fatura do cartão que chegou e te deu um aperto do coração, enfim, por diversos motivos que nos fazem pensar dez vezes antes de vivermos algo realmente interessante. Mas chega uma hora que esse grito tem que ser dado, temos o direito e a obrigação de pegar aquele último item da nossa lista de prioridade que muitas vezes é a realização pessoal sem esperar uma volta tangível e coloca-la em primeira da lista e sair pra viver, seja durante um final de semana ou um mês inteiro, gastando 100 reais ou gastando todas suas economias, o importante é sair de casa, da zona de conforto, ser receptivo ao que mundo te oferece de melhor e enfim ter boas histórias pra contar. Não tem hora certa ou errada para sair e ver o mundo com os próprios olhos, não importa sua idade ou condição financeira, a única coisa que realmente importa é sua vontade de sentir o mundo sob seus pés.

Então tire a bunda do sofá, altere a ordem de suas prioridades ao menos uma vez e se dê de presente aquela viajem que há muito tempo foi engavetada, uma vez que tenha feito isso, repita, de novo e de novo, quantas vezes forem necessárias, e quando menos perceber estará escrevendo um livro com belas histórias que irão impressionar o mundo, fixar os olhares sinceros de seus ouvintes e dar boas gargalhadas revendo as fotos e lembrando tudo que passou.

Texto: Bernardo Montez

Anúncios

Sobre Vagabundo Profissional

“Muitos pensam que sou rico. Outros pensam o contrário. O que ninguém sabe é que minha riqueza é medida em histórias, em experiências e pessoas. Sim, sou rico. Porque viajei o mundo sem um único centavo no bolso. Sim, sou rico. Por causa das pessoas que conheci. Mas acima de tudo, sou rico, por que descobri o verdadeiro significado da vida.” (Fergal Smith)
Esse post foi publicado em O viajante é você. e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Escreva suas próprias histórias de Aventura

  1. Jane disse:

    E também com belas histórias nossas vidas se tornam mais felizes!! Parabéns pelo texto!!!

  2. Leticia disse:

    o seu blog é inspirador.. srrs te dando ler .. ja estou fazendo planos para a primeira viagem com 2 bbs.. ( pq pra nossa familia não importa a idade) qdo traçarmos o destino te aviso, obrigada pela inspiração.

Comente no Vagabundo Profissional

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s