Homens, namorem as mulheres que viajam.

Havíamos publicado aqui um post que dizia por que era melhor namorar um cara que viaja e hoje é a vez das garotas. Aquelas que levam três mochilas quando nós, homens, levamos apenas uma.

Esse texto também foi baseado em um texto em inglês, do Blog Solitary Wonderer.

Esse texto foi publicado na página do Facebook AlôAlôMarciano!  

Namore uma garota que viaja.

Namore uma garota que viaja. Uma garota que prefira gastar seu dinheiro numa viagem no final de semana, uma viagem bate e volta que seja a torrar numa promoção do shopping. Ela anda com calçados confortáveis, pois nunca sabe qual distância ela irá andar aquele dia, afinal, ela não reconhece as distâncias como barreiras na vida.

Foto: Ricardo Cardoso/Arquivo Pessoal

Foto: Ricardo Cardoso/Arquivo Pessoal

Ela estará no aeroporto com um mochilão no próximo final de semana, ou em shows de bandas que você nunca ouviu falar “porque conheci eles a um ano atrás, viajando”.

Ela carrega na bolsa lembranças de vários lugares diferentes, e sempre tem um lanchinho ou uma garrafa d’agua dentro dela, pois vai que ela não volta pra casa naquele dia? É marcada em mil fotos diferentes, de pessoas que moram bem longe dela, coleciona presentinhos que ganhou dos amigos que conheceu pela estrada, tem planos para viajar pelos próximos 5 anos para rever todos que teve que deixar pelo caminho. Encontra pessoas no meio da rua em um lugar bem longe onde jamais você conheceria alguém, e você verá que do outro lado do mundo tem alguém que a olha com o mesmo sorriso bobo que você faz quando a vê.

Ela não será a pessoa mais bem vestida por aí, porém a pele queimada de sol e o corpo com os músculos naturalmente desenhados de tantos dias nas montanhas combinadas com brincos sul americanos, uma mochila espanhola e sapatos da ásia farão uma combinação de estilo tão único, tão vibrante, que você já saberá alguma coisa sobre ela antes mesmo de perguntar seu nome. Não jogue com ela, não diga que ela é linda, pergunte de onde vem essa camiseta que ela veste, escute-a, veja a simplicidade da resposta e não se preocupe: você viajará com os “causos” delas antes mesmo que perceba isso.

Ela lê livros de viagens, escuta Eddie Vedder na estrada, sabe nome de lugares maravilhosos os quais você nunca havia ouvido falar antes. Fala com uma paixão sobre os lugares que é impossível não ter vontade de pedir demissão do trabalho amanhã e colocar a mochila nas costas e ela do lado. Muitas vezes vai te surpreender resolvendo coisas de um jeito totalmente novo, dizendo quando vir sua cara de espanto “é que uma vez quando eu estava viajando, aconteceu algo assim e…”. Ela vai querer te levar em todos os lugares em que esteve sozinha, e pensou como seria bom se estivesse acompanhada, vai fazer uma lista com você de “coisas para se viver esse ano”, vai completar com toda certeza, vai trazer cenários de filmes para sua vida, vai te fazer acreditar passar a noite num saco de dormir com o céu estrelado te faz sentir muito mais especial que qualquer quarto de hotel estrelado.

Foto: Ricardo Cardoso/Arquivo Pessoal

Foto: Ricardo Cardoso/Arquivo Pessoal

Namore uma garota que viaja porque ela ama a vida. Ela não tem tempo para picuinhas, sabe que a vida voa, e que é melhor amarmos agora, na maior da intensidades, porque nunca se sabe que curso a vida tomará amanhã. Você pode ir embora, se apaixonar por outro lugar, por outra vida, que não a inclua. Ela pode reclamar, mas sabe bem que isso acontece. Vai vibrar com suas conquistas que te levem pra longe dela, pois sabe o prazer que o desconhecido causa, e sabe também que as distâncias jamais levam as pessoas que amamos de verdade de nós, pelo contrário, as fixam que nem tatuagem. Não tem muitas coisas materiais, sabe que roupas desnecessárias na mala significam um problema de coluna por peso, passa dias e dias apenas com algumas peças, e continua linda se ver: ela se veste dela mesmo, e não há como bater isso.

Não siga padrões com ela. Não faça nada que envolva muito dinheiro com ela. Escolha o caminho mais bonito da cidade para atravessar a cidade do trabalho dela até a sua casa, ou até o restaurante de comida peruana mais próximo, preste atenção nos comentários que ela fizer sobre as coisas no caminho. Uma garota que viaja tem um olhar aguçado de uma criança, vai te fazer reparar numa planta florida, num grafiti fantástico que você nunca reparou, num anúncio colado no ponto de ônibus de um show interessante, vai definir os lugares pelos cheiros agradáveis no ar: “Roma tem cheiro de pizza, que nem esse cheiro agora”. Tudo coisas que de dentro de um carro importado com o ar condicionado ligado, não aconteceria.

Você viverá o momento presente como nunca. Ela te chamará atenção para tudo que está a sua volta, e não na briga que tiveram ontem. Ela vai ser a trilha sonora da tua vida.

Foto: Ricardo Cardoso/Arquivo Pessoal

Foto: Ricardo Cardoso/Arquivo Pessoal

A garota que viaja sabe te ouvir. Já ouviu muita gente do mundo inteiro, e o que alegrava os dias mochileiros dela era justamente se inserir nas histórias de tão longe. Ela repara o que ninguém repara no que você fala, só você havia prestado atenção nisso. Ela te ajuda sem esperar o retorno imediato, sabe como é essa vida, já foi ajudada inúmeras vezes na estrada sem que a pessoa pedisse um tostão de volta, e voltou para casa certa de fazer tudo diferente, pois sabe o quanto isso pode significar na vida da outra pessoa. Ela não liga para coisas pequenas como datas e presentes, ela liga para o quanto você andou para encontrá-la, o que você prestou atenção das coisas que ela te disse para mandar uma mensagem no celular dizendo “tá tocando aquela música que você disse ser a música de Cuzco. Saudades!” e provavelmente a resposta será: “Escutaremos ela de novo, lá”.

De repente, sua vida tomará um ritmo acelerado, cheio de novidades. Porém não descuide: traga novidades para a vida dela também, mantenha a curiosidade dela sempre acesa. É indispensável que fique na sua cabeça que estamos falando de uma menina apaixonada pela vida. Logo, não corte suas asas. Ela vai, caso você não possa ir. Ela volta, porque você é o motivo para ela se lembrar do caminho de volta. Acompanhe-a sempre que puder, e não espere para propor qualquer programa para ela, por mais louco que julgue ser. Ela vai sorrir e bolar várias coisas a mais para complementar o plano de vocês, e vai se encantar com sua energia. Ela sabe se encantar pelas coisas boas da vida, seja uma delas! Então juro: não há o menor risco de se arrepender.

Casamento é algo que assusta a maioria das garotas viajantes, mas no fundo é o que mais elas querem: alguém que elas possam rir tomando “uns bons drinks” relembrando as histórias de 1, 2, 8 anos atrás, alguém que tope uma casinha simples num lugar paradisíaco, e mesmo que você não faça a linha radical, que tire as fotos do rafting que ela estava louca para fazer, e a ajude a contar depois para os outros como foi a loucura, com a mesma empolgação. É, você vai se empolgar. Ela vai te propor um casamento numa montanha, com o Sol nascendo, ou na fazenda de um dos seus amigos, só com aquelas 50 pessoas que com toda certeza irão. Seja lá o que for, vai ser incomum, impensado como ela é, impensável, imprevisível. E a lua de mel, não espere menos que um mochilão! Menos dinheiro em cada lugar, mais lugares no itinerário, vários passeios e comidas curiosas encontradas pelo caminho que não são oferecidas pelas agências de viagens. Aliás, agência o que?

A menina que viaja não tem medo da idade, não tem medo das responsabilidades, das obrigações: ela já viu inúmeras soluções para cada caso por aí, já tem tudo montado na cabeça. A família de vocês vai ter um conhecimento de mundo incrível. Seus filhos vao saber o valor de cada refeição que tem, de cada teto que dormem, de cada monumento histórico que encontram na frente. Ela vai os ensinar respeitar e amar incondicionalmente a natureza, e ter uma habilidade incrível de se enturmar com qualquer tipo de pessoa do mundo. Serão pessoas bem queridas onde quer que vão, se depender de vocês. Ah, e não se esqueça do cachorro(s).

Pense nela aos 60: mesmo sorriso, mesmas andanças. O que te atrair nela, provavelmente será pra sempre, invariável com o tempo. uma pessoa acumulou uma qualidade de experiências notória, e que a cada dia que passa se divertiu com menos, se aborreceu com quase nada. Já terá vivido tanta coisa por aí que será a atração dos netos de todas as idades, explicando o significado do quadro maia estranho na parede, e fazendo a dança indiana no casamento de um deles. Esse tipo de alegria nunca se apaga, só se prolonga, e se espalha a quem a cerca.

Namore uma menina que viaja. Se ela te escolher, acredite: já passou tanta gente pela vida dela, de longe, de perto, pouco tempo, muito tempo, e se ela te escolheu é porque ela realmente GOSTA de você. Sem inseguranças ou interesses, ela gosta de você e pronto. Deixe-a te carregar pela mão, durma no colo dela nas rodoviárias, delicie seu miojo de acampamento. Deixe o mundo ser apresentado a você, caso ainda não tenha sido, e veja como alguém pode, definitivamente, ser a chave da sua alegria.

Foto:What Happen In Vegas

Foto:What Happen In Vegas

Anúncios

Sobre Vagabundo Profissional

“Muitos pensam que sou rico. Outros pensam o contrário. O que ninguém sabe é que minha riqueza é medida em histórias, em experiências e pessoas. Sim, sou rico. Porque viajei o mundo sem um único centavo no bolso. Sim, sou rico. Por causa das pessoas que conheci. Mas acima de tudo, sou rico, por que descobri o verdadeiro significado da vida.” (Fergal Smith)
Esse post foi publicado em Textos e marcado , , , . Guardar link permanente.

119 respostas para Homens, namorem as mulheres que viajam.

  1. Denis Uehara disse:

    Perfeito, a vida passa e o que fica?Arrependimento dos que não quiseram segui-lá…

  2. João Marcos disse:

    “Ela lê livros de viagens, escuta Eddie Vedder na estrada, sabe nome de lugares maravilhosos os quais você nunca havia ouvido falar antes.”

    • Cecília Costa Cunha disse:

      Amei o texto!!
      Vi por um acaso, navegando no face de outra pessoa… Nem lembro de quem, sei que as paisagens e o título me chamaram a atenção. Então, parei, li e viajei… Parabéns pela simplicidade e riqueza do conteúdo do texto, amei!
      Me identifiquei, afinal, já viajei bastante neste mundo de meu Deus!
      Gostei e me cadastrei 🙂
      Bjks 🙂

  3. Amy Lemos disse:

    Sensacional!
    Me reconheci em muitas partes 😉

  4. Edneidy disse:

    E a minha cara td isso, me encontrei nesse texto!!!!

  5. Stefano disse:

    Este testo desperta em mim um mar de emociones…… obrigado….

  6. Edi disse:

    o texto é demais! Não contive as lágrimas quando li: “Seus filhos vao saber o valos de cada refeição que tem, de cada teto que dormem, de cada monumento histórico que encontram na frente. Ela vai os ensinar respeitar e amar incondicionalmente a natureza, e ter uma habilidade incrível de se enturmar com qualquer tipo de pessoa do mundo. Serão pessoas bem queridas onde quer que vão, se depender de vocês. Ah, e não se esqueça do cachorro(s).” E agora tive a certeza de que chegou a hora de ter o cachorro!!! rsrsrs

  7. Que show, sem palavras, eh serio mt top isso
    acho q vou adotar essa vida
    tenho pensando nisso ultimamente, nao quero trabalhar por casa carro e uma vida “estática” … quero muito poder viajar sem rumo 😡 não ter raízes, cidadão do mundo.

  8. siimca disse:

    Olá, Vagabundo. Você conhece Lin Yutang?

    ” Minha fé na dignidade humana
    consiste na crença de que o homem
    é o maior vagabundo
    que existe sobre a face da terra.

    A dignidade humana
    deve estar associada
    à imagem de um vagabundo
    e não a de um soldado obediente,
    disciplinado e arregimentado.
    ..
    O vagabundo será o último
    e o mais formidável inimigo
    das ditaduras.

    Será o campeão
    da dignidade humana e
    da liberdade individual
    e será o último
    que possa ser conquistado.

    Toda a civilização moderna
    depende inteiramente dele.”

    Seus textos me recordam os dele em A Importância de Viver.

    /\

  9. pablo disse:

    muito lindo o texto, mas esse tipo de mulher ta meio difícil de encontar. Pelo menos eu nāo tenho notado. mas depois de ter lido o texto espero identidicar esse tipo de mulher. parabéns pelo texto.

    • É verdade meu caro, mulher dessa quem a achará?

    • Luiz disse:

      Essa mulher existe… é só procurar.. pelo mundo.. nos lugares mais fantásticos onde a beleza existe sem ser notada..

    • renata disse:

      Pablo, tem que procurar nos lugares corretos… certamente ela não estará na balada da moda nem num shopping….as vezes você encontra ela por ai, numa cachoeira ou curtindo um rock bom num bar desconhecido que tem o garçom mais simpático do mundo….e quando a encontrar tem que ter paciência com ela.. mulheres assim costumam ser impulsivas, enroladas, livres…espero que vc encontre e quando a encontrar, que cuide bem dela!!! 🙂

    • Sam disse:

      Tá difícil encontrar o homem que queira mulher assim, pois devem ser bem seguros e maduros pra uma mulher que não o tem como centro do universo como estão acostumados…

      • Algana disse:

        Acho que entendo pq está difícil de encontra-las….Quando li o texto fiz uma retrospectiva de minha vida e percebi e que já fui deste tipo de mulher, mas que infelizmente para atender as expectativas da sociedade deixei de ser. O texto agora me veio para dar um tapa dizendo: Valeu a pena???? Não, não valeu, voltarei a ser eu mesma… eu feliz. Espero sinceramente que muitas outras caiam em si.

  10. Elpidio Ambrosio disse:

    Adorei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  11. mmrosa disse:

    que rico, que lindo esse texto, essas confissões!!! Amei, emocionei, compartilhei, vivi e curti!
    AME AS PESSOAS QUE VIAJAM, elas tem umas histórias pra contar e viver!!!
    Abraços e sucesso!

  12. Luciana disse:

    Fantástico o texto!Meu marido se casou com uma mulher destas!

  13. clelia de oliveira campos pereira disse:

    eu tenho 62 anos e me vi descrita neste texto, amei! Amo viajar. Um dia desses minha filha me disse: Mãe, em todas as fotos a mesma roupa! Eu disse: Mas cada uma é em um lugar diferente…………

  14. Thanara Beck disse:

    Perfeito!!! É a minha cara!!! kkkk

  15. Rosana disse:

    Fantástico o texto! Parabéns com as estrelas mais brilhantes que você tenha visto em algum lugar do mundo!

  16. Mix Floyd disse:

    Excelente ! Um viajante é um observador de dentro, um cara que namora um mulher assim realmente dispõe de muita sorte e muito aprendizado.. Eh sentir de corpo e alma e guardar no coração.

  17. soartbauru disse:

    legal gostei eu casei com uma mulher assim

  18. Fabisa M. Luz disse:

    Perfeito!!!! A vida é muito simples… é preciso muita sensibilidade p perceber. Sou apaixonada pela vida! Uma aventureira de alma.

  19. Erica Bustos disse:

    Adorei o texto, me identifiquei em muitas partes dele 🙂

  20. Me identifiquei com muitos pontos e vieram várias lembranças de viagens à minha mente. Porém, o fato de viajarmos sozinhas (caso o namorado não possa ir) acaba gerando insegurança e alguns não aceitam passar por isso. É a parte ruim de gostar demais de viajar.

    • Dewi Jost disse:

      Concordo contigo Adriana! Tenho milhões de pensamentos de viagens, planos e projetos. Nós que temos namorados nos prendemos pelo fato da grande insegurança. Pelo fato de querermos que eles possam estar conosco nesta aventura, e que nem sempre isso será possível. Um turbilhão de pensamentos passam na minha cabeça sempre quando pretendo planejar uma aventura. Logo, meu namorado é piloto de avião e está estudando muito para isso. O bom é que ele também tem um espírito aventureiro… mas ligado a aviação. Sempre me divirto em acampamentos junto com ele e essas coisas. Mas quando se trata da rotina diária? Do sustento de cada dia? rotina de piloto não é nada sossegado. Tempo é o que falta para eles, desde agora que se é um estudante até o momento que virar piloto comercial. Vejo quanto ele irá viajar e conhecer lugares sem mim e penso se não estou sendo estúpida em querer deixar de curtir uma viagem, sendo que ele estará fazendo isso sozinho.
      É difícil sermos umas viajantes natas e não conseguirmos nos libertar emocionalmente para partir uma grande aventura sozinha, Mas e aí, como fica a nossa situação? pensando por esse lado, devemos ser mais individualistas. Temos que abrir mãos em certas situações para podermos ser felizes com nós mesma.

  21. Texto legal, mas, ás vezes, nem a pessoa mais viajada consegue se abrir para o mundo. Aprendi que não é preciso sair nem do próprio país para ter uma mente que consegue refletir sobre as mais diversas situações, coisas e pessoas. 🙂 Afinal, o mundo começa de dentro e se esse não é aberto, nem uma volta no planeta pode melhorá-lo.

  22. Olá,
    Recebi o link do seu texto 3 vezes de pessoas amigas perguntando se eu te conhecia porque o texto “tem a minha cara”. Na verdade acho que tem ” a cara” de todas as mulheres que viajam, que amam a vida, que entendem que há muitas viagens nesta grande viagem que se chama VIDA. Todas nós carregamos um pedacinho de cada parte do mundo visitado, são as nossas referências, o nosso jeito de ver e sentir cada dia, cada vento soprando, cada onda, cada vez que o sol nascer… Obrigada pela sua sensibilidade, pelo texto que retrata “a cara” de tantas viajantes como eu.
    Audy Veronese – http://audmara.blogspot.com

  23. TudoSu disse:

    Blz!! Qual é a pro’xima trip?!? Ja’ tenho a mochila pronta… ; )

  24. Maravilhoso!!!! Acho que era exatamente esse texto que estava faltando na minha vida…para eu deixar de ser tão “estática”…AMEI! PARABÉNS!!!!

  25. “Ela vai querer te levar em todos os lugares em que esteve sozinha, e pensou como seria bom se estivesse acompanhada” / “Ela não liga para coisas pequenas como datas e presentes, ela liga para o quanto você andou para encontrá-la ” – sou eu

  26. Carla Junqueira disse:

    Maravilhoso!!!

  27. A vida é uma viagem e qualquer casal deve viajar junto e sozinho pois o verdadeiro amor é a descoberta do interior de cada um de nós. se é viajando ou não é meramente a forma de descoberta que muda. O desafio é a coragem de percebermos e revelarmos o nosso interior ao próximo no dia a dia e sobretudo a quem dizemos unicamente amo-te seja namorada, esposa ou família. Para mim esta é a plenitude. O lugar, o ambiente é um meio mas não é o fim em si da descoberta. Amaior viagem que o ser humano pode fazer na vida é ao seu interior. autor: Ricardo Fonseca

  28. Fernanda disse:

    Euzinha!perfeito esse texto! 🙂

  29. Mileni disse:

    Perfeito, me vi em uma grande parte dele. Sensacional!!!

  30. Igor Hohn Melotto disse:

    Show!!!

  31. Rebeca disse:

    Que texto lindo! Muito inspirado! Adorei! 🙂

  32. Eliana Motta disse:

    Quem escreveu isso , conheceu minha filha antes. Ela é tudo isso e muito mais.

  33. Nossa.. há tempos não lia algo que me emocionasse tanto! Impossível não chorar lendo, juro! Hahaha tem que ter muita sensibilidade e observador nato pra escrever algo assim, parabéns, de verdade.

  34. Pingback: Casal que viaja junto vive em uma eterna lua de mel. | Vagabundo Profissional

  35. Maic disse:

    Excelente!!! cadê essas garotas??

  36. Sam disse:

    Falta homem para nos acompanhar, isso sim. Nós mulheres viajantes sofremos muito com a falta de uma companhia masculina para nos dar mais segurança pelos caminhos desconhecidos da vida…

  37. Nunca li melhor descrição. Viajar pelo mundo é a melhor forma de usar dinheiro, ainda mais se estiver acompanhada por alguém tão apaixonado quanto. Emocionante e real em todas as palavras. Parabéns!

  38. Ricardo disse:

    Eu raramente me emociono, sou mochileiro de alma, com muita estrada vivida, mas confesso que chorei com esse texto. Muito real! Existe! E é assim! Digo por experiência própria!
    Abraços…

  39. Cristiane disse:

    Sou uma alma viajante, acho que por isso ng conseguiu ainda me acompanhar, um dia encontro uma alma como a minha. Lindo texto. Vi minha vida passando como um filme.

  40. Lane disse:

    “Ela carrega na bolsa lembranças de vários lugares diferentes, e sempre tem um lanchinho ou uma garrafa d’agua dentro dela, pois vai que ela não volta pra casa naquele dia? É marcada em mil fotos diferentes, de pessoas que moram bem longe dela, coleciona presentinhos que ganhou dos amigos que conheceu pela estrada, tem planos para viajar pelos próximos 5 anos para rever todos que teve que deixar pelo caminho. Encontra pessoas no meio da rua em um lugar bem longe onde jamais você conheceria alguém, e você verá que do outro lado do mundo tem alguém que a olha com o mesmo sorriso bobo que você faz quando a vê…”
    Texto incrível! 🙂

  41. Jane Arruda disse:

    Essa parte do texto e para as maes das gurias que viajam. “É indispensável que fique na sua cabeça que estamos falando de uma menina apaixonada pela vida. Logo, não corte suas asas. Ela vai, caso você não possa ir. Ela volta, porque você é o motivo para ela se lembrar do caminho de volta. Acompanhe-a sempre que puder”. Belissimo texto, escrito com muita sensibilidade e conhecimento de causa pelo jeito. Me emocionei e chorei lendo. A parte que fala de casar, respeitar a natureza e ter uma familia, cachorro… perfeito. Gratidao por compartilhar.

  42. Jane Arruda disse:

    Mae de uma guria que viaja!!!

  43. Mara Elisa disse:

    A melhor parte de um homem bom, são seus pequenos, despercebidos e até já esquecidos atos de gentileza e amor…Prazer em conhecê-lo,..Grata por compartilhar conosco um texto, tão sincero e profundo…Agora vou…mas, volto!!! Abraços, Mara Elisa…BH-MG…

  44. Parabéns por retratar em palavras tão simples e objetivas todos os recortes que só a mulher que viaja carrega. Seu texto me emocionou imensamente, pois sou bem da forma que diz e as “mentes quadradas” não conseguem sequer entender quando eu digo que prefiro o camping ao hotel 5 estrelas… Prefiro fazer piquenique com amigos na praça da Torre Eiffel à caminhar o dia todo nos andares da Gallerie Laffayette. Melhor ainda fazer uma reunião de viajantes de vários países em um hostel em Zurich, regada à vinho da esquina e chocolate suíços (cada um trazendo o que tem para aquecer à todos). Entrar em transe no alto de uma bela montanha… Nada substitui esse momento. A visão da mulher que viaja tem como premissa básica de que o menos é sempre mais… Simplicidade e profundidade sempre estarão norteando as pessoas que com ela conviver… Afinal, nascemos pelados… e nada material daqui se leva…

  45. Bella Costa disse:

    Me vi e vi minhas ” amigas de infância que conheci viajando ” , “viajar, perder países por a alma não ter raízes, não pertencer nem a mim ” Fernando Pessoa

  46. Pingback: Além do que se lê

  47. Pingback: Nunca namore uma garota que viaja. | Vagabundo Profissional

  48. Dewi Jost disse:

    Tenho milhões de pensamentos de viagens, planos e projetos. Nós que temos namorados nos prendemos pelo fato da grande insegurança. Pelo fato de querermos que eles possam estar conosco nesta aventura, e que nem sempre isso será possível. Um turbilhão de pensamentos passam na minha cabeça sempre quando pretendo planejar uma aventura. Logo, meu namorado é piloto de avião e está estudando muito para isso. O bom é que ele também tem um espírito aventureiro… mas ligado a aviação. Sempre me divirto em acampamentos junto com ele e essas coisas. Mas quando se trata da rotina diária? Do sustento de cada dia? rotina de piloto não é nada sossegado. Tempo é o que falta para eles, desde agora que se é um estudante até o momento que virar piloto comercial. Vejo quanto ele irá viajar e conhecer lugares sem mim e penso se não estou sendo estúpida em querer deixar de curtir uma viagem, sendo que ele estará fazendo isso sozinho.
    É difícil sermos umas viajantes natas e não conseguirmos nos libertar emocionalmente para partir uma grande aventura sozinha, Mas e aí, como fica a nossa situação? pensando por esse lado, devemos ser mais individualistas. Temos que abrir mãos em certas situações para podermos ser felizes com nós mesma.

Comente no Vagabundo Profissional

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s